Em ato, modelo fica de sunga em frente a Igreja Universal

Em ato, modelo fica de sunga em frente a Igreja Universal
O ato aconteceu na tarde de ontem na zona sul de São Paulo. O Jornalista Gabriel Leão, foi clicado protestando usando apenas uma sunga preta e em seu corpo escrito a tinta “Fora Bolsonaro”, levantando a bandeira LGBT.
 
“Não quero desmerecer a fé de ninguém, não é desrespeito e sim uma forma que encontrei de dizer aos homofóbicos religiosos que todo ser humano tem o direito de ir e vir e se comportar como quiser sem que faça mal ao outro”, declarou Gabriel Leão. 
 
O ativista ainda completa: “A fé de muitas pessoas podem matar, todos os dias exitem casos de gays que são mortos por incompreensão através da fé. A religião deveria servir para agregar, somar valores e incentivar as diferenças e não punir as minorias”, conta Gabriel Leão. 
 
“Um político como Bolsonaro não pode ser eleito Presidente, seria regredir o Brasil perante os valores sociais do planeta”, destaca o ativista. 

Entretenimento