Jovem Pan: Alta nos combustíveis muda hábitos dos brasileiros, diz pesquisa

Um levantamento do Instituto Paraná Pesquisas mostra que 62% dos brasileiros reduziram o uso de veículos por causa da alta nos combustíveis. O diretor do órgão de estudos, Murilo Hidalgo, reforça o impacto no cotidiano dos brasileiros. “A pesquisa nos mostra muito claramente o peso que o aumento do combustível está fazendo na vida das pessoas. As pessoas estão andando muito menos de carro ou motocicleta”, analisou. A pesquisa aponta que o brasileiro sente cada vez mais a inflação corroendo o poder de compra e o horizonte com possibilidades escassas para a resolução da questão dos combustíveis desgastam o ambiente político no Brasil. “A crise da água pode afetar menos a eleição presidencial, que é uma coisa que a população até entende. Na eleição presidencial de Dilma contra Aécio a gente já conviveu com isso no Estado de São Paulo. Mesmo assim o Aécio foi bem, sendo governado pelo PSDB, que era onde faltava água no Estado de São Paulo. Já quanto ao combustível, o preço elevado, eu acho que vai ter um custo para o presidente Jair Bolsonaro. Não é interessante para ele que a gasolina chegue próximo às eleições neste patamar ou até em patamar mais altos”, analisou. Murilo Hidalgo explica que o Instituto Paraná Pesquisa também analisou a crise hídrica brasileira e 28,7% das pessoas ouvidas disseram que já ficaram sem água nos últimos 30 dias. A busca pela economia passa pelo chuveiro e máquina de lavar roupa, mas 10% responderam que não mudaram qualquer hábito em suas residências. Os levantamentos do Instituto Paraná Pesquisa ouviram 2,3 mil pessoas em 26 estados e no Distrito Federal, em 208 municípios, durante os dias 12 e 15 de outubro, com grau de confiança de 95% e margem de erro de 2%.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

Conteúdo Jovem Pan News – Leia mais no link Read More