Programa vai reformar casas em favelas do Rio de Janeiro

O Morro da Providência, considerado a primeira favela do Brasil, foi escolhido para o lançamento do programa Casa Carioca. O projeto consiste em promover melhorias em moradias consideradas precárias em comunidades e favelas do Rio de Janeiro. A estimativa é que até 2024, 21.285 casas sejam reformadas.

“O Casa Carioca veio para melhorar a qualidade de vida das pessoas e inseri-las no resto da cidade. Fazer com que eles tenham mais dignidade em suas casas. Fazendo com que, principalmente, eles se sintam mais humanizados. Porque é desumano você verificar algumas casas, ou a maioria das casas, sem porta, sem janela, sem um vaso sanitário adequado, higiênico, para se usar”, disse a secretária de Ação Comunitária, Marli Peçanha, responsável pelo programa.

Abertura de janelas para aumentar a ventilação, troca de telhados, instalações sanitárias e adaptações para promover acessibilidade a pessoas com deficiência e a idosos são algumas das melhorias abarcadas pelo programa.

Na Favela da Providência, 120 habitações serão requalificadas até o final deste ano e mais 180 até 2024.

Ainda este ano, 3 mil casas receberão melhorias também nos complexos da Penha, Maré, Jacarezinho e Vila Kennedy.

Podem participar do programa famílias com renda mensal de até três salários mínimos, cadastradas no Cadastro Único do governo federal (CadÚnico), que possuam um único imóvel e que residam no Rio de Janeiro há pelo menos 3 anos.

Serão priorizadas famílias chefiadas por mulheres, com pessoas idosas, deficientes e portadoras de doenças graves ou com maior número de dependentes.

* Estagiária sob supervisão de Mario Toledo

Publicação Agência Brasil – Read More